SINTOMAS DO ESTRESSE NOS PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM QUE ATUARAM NA PANDEMIA COVID-19

Autores

  • João Pedro Cicolin
  • Kelly Cristina dos Santos

Palavras-chave:

ESTRESSE, ENFERMEIRO, COVID-19

Resumo

Introdução: Em meados de dezembro/2019, um novo vírus foi identificado, altamente transmissível que se espalhou pelo mundo de forma muito rápida, causando uma pandemia. Os hospitais não estavam preparados para tal acontecimento, a pandemia sobrecarregou ainda mais os hospitais, tornando os equipamentos, os leitos, insumos e EPI's insuficientes para atender a população, causando grande impacto, sobrecarregando todos os sistemas de saúde. Nesse contexto estão os profissionais da área da saúde, incluindo os enfermeiros, que sofrem as consequências do colapso causado pela pandemia. Observando que os enfermeiros tiveram que atuar sem a quantidade de insumos e materiais necessários, sobrecarga, falta de funcionários, despreparo técnico por ser uma doença nova, logo o adoecimento psicológico começou a surgir entre os profissionais, devido à tensão vivida nos hospitais. Objetivo: Essa pesquisa teve como objetivo identificar os principais sintomas do estresse em profissionais da enfermagem que atuaram na pandemia COVID-19. Método: Estudo realizado através de uma revisão bibliográfica, dando preferência a textos na integra, em português publicados no ano de 2020. Resultados e discussão: O presente estudo mostrou que grande parte desses profissionais possuíam duplo vínculo empregatício, o que aumenta ainda mais as chances do estresse laboral causado pela sobrecarga e a falta de momentos de descanso. Dentre os sintomas encontrados estão, tensão muscular, sensação de desgaste físico constante, cansaço constante, problemas com a memória, angústia ou ansiedade diária, insônia, sensibilidade emotiva, irritabilidade muitas vezes sem causa aparente, tristeza repentina. Considerações finais: Através da pesquisa foi possível identificar que a dupla jornada de trabalho, que não é realizada por escolha do profissional e sim por necessidade, devido à baixa remuneração. A sobrecarga física e mental pode ser causada também pela precariedade vivida nos hospitais em relação à falta de conhecimento técnico, ao grande número de óbitos, materiais, insumos, leitos e funcionários também influenciou no aparecimento dos sintomas de estresse.

Downloads

Publicado

2023-09-30

Como Citar

CICOLIN, J. P.; SANTOS, K. C. dos. SINTOMAS DO ESTRESSE NOS PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM QUE ATUARAM NA PANDEMIA COVID-19. Anais do Encontro de Iniciação Científica das Faculdades Integradas de Jaú, Jaú, Brasil, v. 20, 2023. Disponível em: https://portal.fundacaojau.edu.br:4433/journal/index.php/enic/article/view/243. Acesso em: 21 maio. 2024.