ENSINO DE SEGURANÇA DO PACIENTE NA GRADUAÇÃO DE ENFERMAGEM

REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Aline Cristina Dias de Oliveira
  • Rosana Maria Barreto Colichi
  • Silvana Andrea Molina Lima

Palavras-chave:

SEGURANÇA DO PACIENTE, ESTUDANTES DE ENFERMAGEM, EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM, UNIVERSIDADES

Resumo

Introdução: A segurança do paciente é um pressuposto teórico-prático que precisa ser levado em consideração na área da saúde e está relacionada à assistência executada. As instituições de saúde, mesmo diante dos esforços para aprimorar a qualidade do cuidado, ainda apresentam número expressivo de eventos adversos e falhas, apresentando-se como grande desafio à segurança do paciente e um grave problema de políticas públicas de saúde. Apesar de a preparação dos futuros profissionais de saúde terem relevância para a segurança do paciente, a formação parece não acompanhar as transformações assistenciais e suas profundidades, originando assim enfermeiros mal preparados, os quais apresentam dificuldades para enfrentar esses desafios da saúde. A Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Joint Commission International (JCI) estabeleceram seis metas internacionais de segurança do paciente: identificação correta do paciente; melhora da comunicação entre os profissionais de saúde; melhora da segurança dos medicamentos; garantia do local correto, do procedimento correto e da cirurgia correta no paciente; redução do risco de infecção associado ao cuidado; e redução do risco de danos aos pacientes resultante de quedas. Objetivo: O presente estudo visa verificar a produção de conhecimento em periódicos nacionais e internacionais acerca do ensino sobre segurança do paciente na graduação de enfermagem. Método: revisão integrativa da literatura, realizada de 2017 a 2022, incluindo as bases de dados Scopus, Web of Science, LILACS, BDENF-Enfermagem e Medline. Resultados e discussão: Diversos modelos e ferramentas são apresentadas, como jogos, websites e metodologias ativas, além de instrumentos de avaliação, que podem ser utilizados para medir competências e conhecimentos dos estudantes. A formação adequada dos estudantes é enfatizada para a aquisição de habilidades e adaptação ao ambiente e às condições aplicadas à prática profissional. Considerações finais: Há necessidade de melhorar a abordagem da segurança do paciente na formação acadêmica, revisar os métodos de ensino e aprimorar a matriz curricular, a fim de garantir que os estudantes adquiram as habilidades necessárias para fornecer assistência segura e de qualidade.

Downloads

Publicado

2023-09-30

Como Citar

OLIVEIRA, A. C. D. de; COLICHI, R. M. B.; LIMA, S. A. M. ENSINO DE SEGURANÇA DO PACIENTE NA GRADUAÇÃO DE ENFERMAGEM: REVISÃO INTEGRATIVA. Anais do Encontro de Iniciação Científica das Faculdades Integradas de Jaú, Jaú, Brasil, v. 20, 2023. Disponível em: https://portal.fundacaojau.edu.br:4433/journal/index.php/enic/article/view/390. Acesso em: 23 maio. 2024.