A IMPORTÂNCIA DA HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS PARA REDUÇÃO DOS ÍNDICES DE INFECÇÕES RELACIONADAS A SAÚDE

Autores

  • William Miranda Marmor
  • Kelly Cristina dos Santos

Palavras-chave:

HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS, IRAS, ENFERMAGEM

Resumo

Introdução: As infecções relacionadas a saúde (IRAS), tem se tornado um grande problema de saúde pública, levando a altos índices de morbimortalidade entre os pacientes mundialmente. Essas infecções estão relacionadas a todas as ações de assistência dada ao paciente em todos os momentos que permanecem hospitalizados, tendo a maior incidência associada a falta ou a realização da higienização das mãos de forma incorreta. Segundo protocolo instituído pela ANVISA, a higienização das mãos tem como finalidade, a remoção de qualquer sujidade, seja ela visível ou até mesmo invisivelmente, eliminando  todos os microrganismos causadores de patogenicidade. A técnica pode ser realizada através da higienização simples, higienização antisséptica, antissepsia cirúrgica das mãos, seguindo os seguintes passos: molhar as mãos com água( exceto na higienização simples), colocar sobre a palma da mão o antisséptico e esfregar palmas da mãos, entre os dedos, digitais,  dorso da mãos,  punhos e polegares, logo após enxaguar com água e enxugar com papel toalha descartável (exceto na higienização simples), ressaltando que nos casos das infecções relacionadas a saúde, a higienização simples, é totalmente eficaz, quando realizada de forma correta, seguindo todos os passos, e leva em média, aproximadamente 62 segundos para sua realização. Objetivo: O presente estudo tem como objetivo identificar as infecções relacionadas a saúde, causadas pela falta ou pela realização incorreta da técnica da higienização das mãos. Metodologia: Estudo realizado através de uma revisão bibliográfica de artigos científicos, de forma quantitativa. Resultados: O estudo mostrou que antes de realizar procedimentos de enfermagem como curativo, coleta de sangue, troca de cânula de traqueostomia dentre outros, não houve realização da higienização das mãos. A realização da higienização das mãos após procedimentos e contato com o ambiente, também o resultado foi nulo, em nenhum momento, os profissionais realizaram a técnica. Quanto realizar a técnica da forma correta e eficaz, observamos que nem todos os profissionais seguiram os passos que é recomendado pela OMS. Por fim, observamos também que as condições de estrutura eficaz, apesar de todas terem pias acessíveis, nenhuma tinha sabão líquido disponível. Conclusão: Podemos analisar que as infecções relacionadas a saúde, estão associadas a má ou ineficácia higienização das mãos. É de suma importância, que todos os profissionais da saúde, principalmente, profissionais da enfermagem, realize com segurança, consciência e responsabilidade a higienização das mãos, pois assim, o índice de pacientes hospitalizados com infecções relacionadas a saúde, serão menores que o esperado, levando a uma diminuição significativa dos números de dias de internações e gastos desnecessários na saúde pública, oferecendo uma melhor qualidade de vida e conforto para o paciente.

Downloads

Publicado

2023-09-30

Como Citar

MARMOR, W. M.; SANTOS, K. C. dos. A IMPORTÂNCIA DA HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS PARA REDUÇÃO DOS ÍNDICES DE INFECÇÕES RELACIONADAS A SAÚDE. Anais do Encontro de Iniciação Científica das Faculdades Integradas de Jaú, Jaú, Brasil, v. 20, 2023. Disponível em: https://portal.fundacaojau.edu.br:4433/journal/index.php/enic/article/view/471. Acesso em: 23 maio. 2024.